Ayurveda e Gengibre

AYURVEDA E GENGIBRE – O “Remédio Universal” Chegou a época de gripes e constipações – certifique-se que tem gengibre sempre à mão! O gengibre é um rizoma que proporciona imensos benefícios. Tantos, que no Ayurveda tradicional o gengibre é designado de “vishwabhesaj”, ou seja “Remédio Universal”. Sempre que utilizar o gengibre pense “digestão, pulmões e…

Hypericum perforatum (hipericão), um ingrediente da fórmula de Sumenta

O hipericão, cujo nome científico é Hypericum perforatum, e que é também conhecido por erva-de- -são-joão, é usado com finalidade medicinal desde a Grécia antiga. Precauções especiais Informe o seu médico / farmacêutico / terapeuta qualificado se está a tomar: – anticoncecionais, podendo aumentar o risco de uma gravidez indesejada; – antidepressivos, podendo aumentar os sintomas…

Quando a depressão chega no Outono…

         Durante o Outono e o Inverno, os dias vão ficando gradualmente mais curtos. Com menos horas de exposição solar, muitos são os que começam a sentir melancolia e tristeza. Mas este estado de espírito pode ser, para alguns, verdadeiramente incapacitante. Trata-se de uma perturbação descrita em psiquiatria como “depressão afectiva sazonal”, reconhecida…

O poder da Naturopatia

Artigo elaborado por Vanda Oliveira com João Beles (Naturopata), publicado originalmente em sapo.pt (LifeStyle) e na revista Prevenir   Prevenir e tratar a doença com recurso a plantas medicinais é o objetivo da naturopatia. Esta é, a par da fitoterapia, acupuntura, homeopatia, osteopatia e quiroprática, uma das medicinas naturais reconhecidas pelo estado português, desde 2003. O…

10 alimentos a ingerir em dias de sol

A utilização de protecção solar é imprescindível para protegê-lo dos raios nocivos do sol. Mas a alimentação também influencia a reacção do maior órgão do corpo humano. Apresentamos uma lista de alimentos ricos e carotenóides, vitaminas C, vitamina E e polifenóis que ajudam a proteger-nos dos raios UV, com base num estudo do Instituto de…

Maio, mês do Coração

As doenças cardiovasculares continuam a ser a principal causa de mortalidade entre a população portuguesa, apesar da tendência constante de decréscimo verificada nos últimos anos. Segundo o Boletim Mensal de Estatísticas de Dezembro de 2013, as Doenças do Aparelho Circulatório mataram mais de 32.000 portugueses em 2012. Prevenção é a palavra-chave, uma vez que estas…